sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Dez frases inesquecíveis do Oscar


Bob Hope, o maior apresentador que o Oscar já teve


Michael Moore alfinetou Bush... e foi vaiado


O rei do mundo e dos megalômanos: James Cameron


Vanessa Redgrave contra os fascistas


1. “Muitos dos meus amigos o receberam, mas é a primeira vez que eu tenho um nas mãos”
(Steven Spielberg, em 1993 depois de anos de frustrações)

2. “Parece com meu tio Oscar”
(Margaret Herrick, funcionária da biblioteca da Academia, olhando para a estatueta . Foi em 1931. Ela sem querer batizou o prêmio para sempre)

3. “Assim termina esse simulacro de justiça. Lembramos aos perdedores que Laurence Olivier e eu tambén não ganhamos um Oscar”
(Bob Hope, 1961)

4. “Oh my god! It’s George C. Scott!”
(Goldie Hawn, em 1971, depois de abrir o envelope e descobrir que o vencedor era Scott, que tinha recusado a indicação uns dias antes)

5. "Que vergonha, senhor Bush!"
(Michael Moore em 2003, depois de receber o prêmio de melhor documentário e três dias depois das tropas dos Estados Unidos invadirem Iraque)

6. “Eu sou o rei do mundo!”
(James Cameron, 1998, depois da avalanche de prêmios para Titanic)

7. "Eu os homenageio por não se deixarem intimidar diante das ameaças de um grupo de valentões sionistas, cujo comportamento é um insulto à verdadeira altura dos judeus de todo o mundo. Prometo-lhes, que seguirei lutando contra o antisemitismo, a opressão e o fascismo"
(Vanessa Redgrave, 1978, depois de receber o Oscar pelo filme Julia e em resposta aos ataques sofridos por um setor dos judeus, por ter apoiado a causa palestina)

8. "Muito obrigado, Billy Wilder. Para mim o senhor é Deus"
(O diretor espanhol Fernando Trueba em 1993, agradecendo ao diretor estadunidense, o deus particular dele)

9. "Eu queria ser Júpiter e raptar todo mundo. E fazer amor com todo mundo no chão porque... não sei dizer, isto é algo que tem a ver com amor"
(Roberto Benigni, em 1998, depois de pular por em cima da plateia para receber o Oscar para A vida é bela)

10. “A melhor atuação desta noite vai correr por conta dos perdedores”
(Bob Hope, 1959)


Foto de Bob Hope da Agência AP
Fotos de Michael Moore e James Cameron, reprodução da imagem televisiva
Foto de Vanessa Redgrave da Agência Bettman/Corbis

4 comentários:

Emerson Reis, M.D disse...

A performance do Benigni foi ridícula, deu dó do Quatrilho não ganhar o Oscar na época, eu o achei bocovino demais para merecer tamanha honraria, mas sabe lá o que se passa na cabeça dos membros da academia...

rebloggando-requeri disse...

esta matéria está do meu tamanho, até passa um pouquinho. obrigada por ela.
mas eu não vim aqui pra conversar, nem pra beber ... rsrs ... vim pra fazer uma oferta de um selo. generalizei no post, pega quem achar que deve, mas pra vc eu faço questão de dar ... o selo. beijo.

Bernardo Guimarães disse...

gosto muito quando vc trás estas informações divertidas!

Tico Esteves disse...

Todas são boas, mas o do Bob Hope é ótima! Um abraço Juan!