terça-feira, 28 de abril de 2009

Paulo César Pinheiro - 60 anos



Sou carioca tenho muitos anos de janela
Sou do bairro imperial
Bati canela entre a rua dela e o Largo da Cancela
Andei no morro de São Roque, no Tuiuti também
Brinquei no bloco do ninguém é de ninguém (foi lá que eu andei)
Por causa dela
A moça da cor de canela
Que era a mais bela, eu sou compositor
Fiz meu nome na favela
Fui boêmio do Capela
Sou querido no meio do meu pessoal

E meu grande amor na passarela
É a Portela quando chega o carnaval.

Carioca da gema, de Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro
Foto de Paulo César Pinheiro de Fernando Souza

Hoje completa 60 anos o poeta e compositor Paulo César Pinheiro, referência incontornável da música popular brasileira, de quem se afirma que tem mais de mil músicas gravadas.
Saúde ao PCP!

Um comentário:

Luciana disse...

E viva Paulo César Pinheiro, mais de mil músicas gravadas? Só sendo boêmio mesmo...
Portela é tudo de bom, apesar de ser mangueirense.
Assim como o Paulo, tantas outras figuras aí estão na arte carnavalesca.
Beijos!