quinta-feira, 23 de abril de 2009

O cavalo de São Jorge




O cavalo de São Jorge foi passear na areia
Vamos fazer samba que o santo guerreiro hoje está na aldeia
Tem samba no mar, sereia
Tem samba no mar, sereia
Oi, tem samba no mar, sereia
Tem samba no mar sereia

É que diz o povo
Que hoje a poliça não contrareia
Tem samba no mar, sereia
Tem samba no mar, sereia

Quando o cavalo de São Jorge corcoveia
O que é que cai de seu alforje, lua cheia
Luz que alumeia quem samba na beira do mar, sereia
Luz que clareia no samba só me faz lembrar Candeia

Vem sambar, que tem samba no mar
Vem sambar que tem samba no mar
Não vadeia quelé Clementina, não vadeia

Eu queria poder pegar na cintura dela
Eu queria poder pegar na cintura dela
Mas seu namorado está de olho nela
Mas seu namorado está de olho nela

O cavalo de São Jorge foi passear na areia
Vamos fazer samba enquanto o cavalo de Ogum passeia
Tem samba no mar, sereia
Tem samba no mar, sereia
Oi, tem samba no mar, sereia
Tem samba no mar, sereia...

O cavalo de São Jorge, de Roque Ferreira e Paulo César Pinheiro
Reprodução da obra São Jorge e o dragão, de Peter Paul Rubens

E viva São Jorge guerreiro!
E viva Roque Ferreira!
E viva Pixinguinha que hoje também faz aniversário e que por isso também é comemorado o Dia Nacional do Chorinho

6 comentários:

Anônimo disse...

Salve Jorge!

Bia Alves.

Luciana disse...

Que legal eu ter vindo aqui hoje, Juan...
É dia de São Jorge e eu nem lembrava que é o aniversário da minha sobrinha...
Obrigada pela lembrança.
Se não fosse a postagem desse santo, eu teria passado em brancas nuvens...
Valeu!
Adorei a imagem!

Beijos!

Juan Trasmonte disse...

Foi ontem, Lu!!! Bom, espero que a sobrinha não fique de mal com você pelo atraso rsss
beijos

Roberta Mattoso disse...

Salve São Jorge, Pixinguinha, o chorinho e o samba de raiz!!!
Mil beijos pra vc, querido!!

mara* disse...

Poderoso Jorge!!! Conseguiu até tirar o Corinthians do atoleiro!!!

Luciana disse...

Hahahahaha!
Eu nem me toquei que era dia 24 já...
Mas mesmo assim, eu liguei e por sorte ela não ficou brava...
Mas se eu não tivesse vindo aqui, nem no dia 24 eu lembraria de ligar.
Valeu!

Beijos!