quarta-feira, 15 de abril de 2009

Os Três Patetas e uma história sem sorrisos



A história dos Três Patetas tem uma área escura. Nos bastidores do sucesso se esconde a vida sofrida dos protagonistas, que jamais foram reconhecidos enquanto vivos, foram explorados e jogados fora pelos Estúdios Columbia. A supervivência do trabalho deles só faz maior o hiato entre o que eles significaram na história da comédia e o troco que a indústria do entretenimento lhes deu.
Os irmãos Moe e Curly Howard e Larry Fine eram uns garotos da classe operária quando começaram a trabalhar no gênero do vaudeville, na década de vinte. Nas duas décadas seguintes e no começo dos anos cinqüenta, eles filmaram uns duzentos curtas para a Columbia Pictures, mas foram objeto de uma exploração selvagem pelo empresário deles, Harry Romm, e pelo estúdio, que na época era dirigido por Harry Cohn.
Se bem The Three Stooges não tinham o prestígio de outros cômicos -os curtas deles eram exibidos nos cinemas como complemento de outros filmes-, a Columbia faturou uma fortuna com eles.
A realidade é que a vida dos reis do pastelão não tinha nada de engraçado. Curly era alcoólatra, vivia submetido a paixões que só lhe traziam sofrimento e padecia uma apoplexia que o levou à morte aos 48 anos. No seriado foi substituído por Shemp Howard, irmão mais velho de Moe e Larry, que também morreu cedo; Joe e, no final, por Curly-Joe.
Larry era viciado em jogo. Essa doença fez com que vivesse endividado. E Moe, que era o mais estável, jamais conseguiu superar o destrato dos empresários.
Eles não ganhavam bem, mas tinham trabalho e isso já era muito bom para quem havia atravessado a grande depressão dos anos vinte. Jamais foram cientes da dimensão da popularidade deles.
Em 1958, a Columbia decidiu cancelar as filmagens e eles foram demitidos. Moe chegou a trabalhar como mensageiro dos estúdios e anos depois foi até barrado na porta um dia em que foi visitar velhos colegas.
Na década de sesenta os curtas resurgiram na televisão e Os Três Patetas ganharam uma nova fama que até hoje continua, pois o seriado é ainda exibido em dezenas de países.
Os herdeiros deles se deram bem: a marca The Three Stooges tem mais de cem franquias para roupa, brinquedos, guloseimas e merchandising.
Os outros herdeiros estão aí, de Steve Martin a Jim Carrey, muitos comediantes beberam nas fontes dos Patetas. Até Mel Gibson disse que vários gags de Máquina Mortífera foram inspirados pelas velhas trapalhadas deles.
No entanto, a MGM anunciou a filmação de um longa dos Três Patetas dirigido pelos irmãos Bobby e Peter Farrelly, com Sean Penn, Jim Carrey e Benicio del Toro nos protagónicos.
A história de Os Três Patetas, outro paradoxo entre o público e o privado, só parece confirmar a velha lenda da indústria que diz que em cada cômico se esconde um homem com o coração quebrado.



Veja Os Três Patetas (dublado em português)
Veja Los Tres Chiflados (dublado em espanhol)
Veja The Three Stooges (versão original em inglês)



Fotos de Os Três Patetas, reprodução dos filmes

29 comentários:

Daniela Figueiredo disse...

Nossa, eu adorava Os Três Patetas! Mas lembro de outro Curley, deve ter sido o substituto, era gordo e careca. Que triste saber que o trabalho deles foi reconhecido bem mais tarde. Aguardarei o filme da MGM!
Beijos, companheiro!

Bernardo Guimarães disse...

ídolos de minha infância, chegamos, eu e amigos, a imitar gags dos patetas.

Juan Trasmonte disse...

Dani, depois do Curly, na sequência teve Shemp, depois Joe e depois Curly-Joe, mas estes últimos episódios quase não passaram. A tua recordação deve ser do Joe.
beijos

Juan Trasmonte disse...

Bernardão, imagina eu com dois irmãos. Eu fazia de Larry (adorava esse cabelo dele) e sempre apanhava do meu irmão Anibal que fazia do Moe.
Abs.

Lafayette Hohagen disse...

Juan,não tenho certeza,mas creio que eles iniciaram este estilo de comedia junto com o Gordo e o Magro e os irmãos Marx. Depois durante um curto período aconteceu a dupla Dean Martin e Jerry Lewis .Me ajude a lembrar. Bonita homenagem.Abços.

Iêda disse...

Adorava os Três Patetas! Muito triste saber seu eles não puderam desfrutar da própria fama e foram explorados dessa forma.

Abraços,
Iêda

Juan Trasmonte disse...

Lafa, a gente pegou eles na segunda fase, quando o seriado começou a passar na televisão. Mas como eu disse no texto, eles não tinham esse prestígio na década de quarenta. Eram considerados cômicos de segunda linha. Ou seja: Laurel e Hardy, Abbott e Costello e Eddie Cantor, todos eles eram mais respeitados.
Agora, Os Três Patetas foram pioneiros nesse tipo de humor, já no cinema falado. Pois sabemos que os primeiros vem do cinema mudo, como Chaplin, Buster Keaton e Harold Lloyd.
Grande abraço

Juan Trasmonte disse...

Iêda, que bom ter você por aqui.
Beijos

Nilson disse...

Beleza de texto. Tb adorava os Três Patetas. Nem suspeitava dessa história infame. Mas eles foram grandes, a despeito da mesquinharia dos caras e do destino! Abraços.

miro paternostro disse...

adorava os três patetas quando era garoto, você é uma verdadeira enciclopédia, que maravilha!

Marce. disse...

Adorava os três patetas, mais eles consigueram tirar muitos sorrisos e risos ao meu filho num momento dificil pra ele.Bjos.

Luciana disse...

Não conhecia a história real dos Três Patetas, só sei que adorava assisti-los, tanto que outro dia comprei um filme deles que estava em promoção...
Eles eram fantásticos.
Pena que o que vemos e tanto nos diverte, muitas vezes não tem nada a ver com a realidade do ator.
Beijos, Juan!

m disse...

Triste historia Juan..Bsss

mara* disse...

Mesmo com as almas no descompasso de grandes tristezas, da alegria, Curly, Larry e Moe fizeram o compasso para nos fazer rir e muito.Beijo grande amigo.

Sissym disse...

Amigo charmoso, eu AMO até hoje o trio e quando criança também via o Gordo e o Magro. Não vai acreditar! Um dia na locadora eu vi um dvd dos 3 patetas e queria pegar. Minha filha com 7 anos disse "mãe, isso é da sua época e muito careta". Eu tentei argumentar, dobrá-la, não consegui! Ela disse que eu só poderia pegar na ausência dela! Veja só! Não se preocupe, já fiz ela mergulhar em outras preciosidades que acabou amando.
Bom, agora vão lançar ainda este ano um longa. Confirmados Sean Pean como Larry, Jim Carrey deverá ser o Curly e talvez Benicio del Toro será o Moe.

Obs.: vc com seus irmãos deveria ser uma comédia só!

Beijos.

Blogueiros Unidos disse...

Meu nome é Diego, sou proprietário do CURIOFÍSICA (http://curiofisica.com.br) e colaborador do BLOGUEIROS UNIDOS.

Eu gostari de te convidar para participar desse movimento muito interessante, pois seu blog contem conteudo interessante e é bem organizado. Passa lá no B.U. para conhecer e venha fazer parte junto com agente.

http://blogueirosunidos.blogspot.com

Abraços

Valter disse...

Alguem se lembra do nome do filme em que os tres patetas estavam lutando com uns marcianos que queriam destruir a terra?

Ricardo disse...

O filme se chama Os Tres Patetas em Órbita. Eu tbm estou atrás desse filme.

http://www.infonet.com.br/cinema/ler.asp?id=50721&titulo=tvacabo

Rosemary da Silva disse...

Sempre gostei dos Patetas.O humor de
Chaplin era muito sofisticado,nós
sorrimos,mas,não damos gargalhadas.
Agora,com os Patetas,era gargalhada
atrás da outra. Ríamos de tudo.Eles
não são considerados gênios? E daí?
Eles são imortais.Pergunte à alguma
criança de 6/7 anos quem são eles e
depois pergunte quem foi Chaplin.A
resposta será óbvia. Chaplin era um
gênio,mas nunca soube trabalhar bem com o som.Os Patetas eram 10,mudos ou sonorizados.Por favor!
Não estou desmerecendoChaplin,ele
mesmo disse uma vez que os Patetas
foram desmerecidos pelos estúdio,
ou seja,até ele reconheceu o talento e o valor deles.Um abraço.

Anônimo disse...

lembro de varios filmes no cinema entre eles tres patetas e o hércules em um navio . hercules fcou forte ai remavam em voltas porque o hercules tinha mais força que todos o ramadores do outro lado do barco ahahahah ..muito hilário

Gabriel Justo disse...

...e aqui tinhamos os trabalhões , o Brasil não cria COPIA!

Claudir Castelucchi disse...

Na minha opinião os Tres Patetas foram os comediantes mais engraçados que tivemos o privilégio de conhecer.
Os filmes deles são imortais.
Eles nao foram reconhecidos pelo seu talento na época e nem ficaram milionarios, como acontece no mundo de hoje com humoristas nao tao engraçados e que ganham fortunas(com todo respeito), talvez seja porque os Tres Patetas faziam seu trabalho com dedicação, amor,simplicidade.
O humor deles é sem malicias e destinado a todos as faixas etarias daqueles que querem um pouco de alegria na vida.
É triste saber que tiveram uma vida sofrida para dar um pouco de alegria a todas as gerações que puderam ver e as que um dia irão ver.

Anônimo disse...

Em se tratando de comédia Os Três Patetas é o seriado que mais gostei.Marcou minha infância e quando algum canal de TV volta a colocar no ar assisto novamente, mesmo tendo assistido praticamente a todos episódios ainda dou boas gargalhadas.Simplesmente geniais.

Clóvis disse...

Os Três Patetas serão eternos na história da comédia atrapalhada. Ícones do humorismo e da autenticidade criaram produções com as mais variadas profissões. Cada integrante ao seu jeito, eles conquistaram uma legião de fãs no mundo todo...entre eles, Eu. O Curly foi o melhor entre todos, na minha singela opinião. Ainda hoje assisti a um dos episódios (Termites of 1938). Todos se foram, entretanto espero que estejam nos vendo, pois jamais me cansarei em prestigiá-los. Recordar é viver...e por isso, sempre que posso estou ligado no canal TCM. O elenco era fantástico (Emil Sitka, Christine McIntyre, entre outros). Saudades!!! Parabéns ao criador do blog ao motivar a interação entre todos.

Pedro Paulo de Andrade Neto disse...

Estou com 48 anos e ainda"morro" de rir com as trapalhadas deles, quando criança vinha voando da escola para assistir os episódios que na época passava na extinta Tv Tupi.Pena é saber que a história de quem me passou tanta alegria é tão triste.
Pedro Paulo de Andrade Neto.

Pedro Paulo de Andrade Neto disse...

Estou com 48 anos e ainda "morro"de rir com as trapalhadas deles. Inspiração foram para muito trapalhões que hoje existem por aí.Quando criança eu vinha "voando" da escola para assistir aos episódios que na época eram exibidos pela extinta TV Tupi,se não dava tempo de chegar em casa,parava para assistir em qualquer casa de algum colega mas não perdia um episódio sequer.Pena é saber que a história de quem me tanto rir seja tão triste.Bravo! Bravo! Bravo!Para o Trio mais biruta da terra.

Anônimo disse...

Boa noite,lí os comentários que vocês escreveram, mostra o bom gosto que vocês tem em relatar o que teve de melhor em comédia no mundo. Pois estou com 49 anos e até hoje, não assistí na tv um grupo como os três patetas. assisto ainda hoje na tv a cabo, pois é uma boa recordação que tenho dos mesmos. Peço a Deus, que os tenha em seu infinito amor.

Anônimo disse...

É a aquela história que a grande maioria dos humoristas e palhaços têm, nos fazem rir mas são frágeis, são tristes, estão sós, são os verdadeiros escravos da alegria. A história dos Tres Patetas não foi diferente, talvez uma das mais tristes. Por sorte seus filhos, netos e amigos estão mantendo um pequeno museu em Filadelfia. Estou ancioso para assisir ao longa do remake The Three Stooges.

NEURIVAN MAIA disse...

amo os 3 patetas.