domingo, 12 de outubro de 2008

Cartola - 100 anos


...Tem muitas músicas que eu esqueci... que naquela época não existia gravadora e a gente fazia aquilo de decorar, decorar, decorar até... e as vezes só de decorar acabava esquecendo... As vezes era um amigo meu, um conhecido mesmo que dizia:
- Você se lembra desse samba assim... assim?
- Não, de quem é?
- É seu.

Extrato de depoimento de Cartola, com Aluízio Falcão, na Rádio Eldorado de São Paulo, em 1979
Foto de Cartola -de autor não creditado- na década de cinqüenta, servindo café, na época em que trabalhava como contínuo no Ministério de Industria e Comercio

5 comentários:

Tâmara disse...

Salve Salve!
Sempre Cartola!

Marcio Sarge disse...

Quem dera o samba voltasse a ser o que era.
Bem, dizem que quem já foi rei nunca perderá a majestade...

maria guimarães sampaio disse...

Juan
é incrível como você desencava maravilhas! Chego a me babar...

Juan Trasmonte disse...

Salve salve!!!
Marcio, quando vejo que esse ano Cartola nem sequer é assunto do samba-enredo da Mangueira porque eles venderam o enredo, eu tenho vontade de desistir, mas o amor pelo samba sempre pode mais.
Abs.

Juan Trasmonte disse...

Maria, assim você me deixa sem graça rsss
beijos, companheira