quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Blog Action Day 2008 - Fome




O estômago vazio
não tem carne nem feijão nem nada
coca-light incenso alegria goiabada
o estômago vazio
é um buraco maior
que todos os buracos
qualquer dor é superior
no estômago vazio
pois nenhum sorriso vinga
naquele abismo negro
o surdo quando bate produz uma fisgada
a carne quando falta produz uma anemia
o amor quando vem forte parece uma pedrada
é uma cesta básica sem base nem sustento
um gesto generoso que se apagou no vento
a máquina que já não mais escreve ninguém usa
se não usar o estômago apodrece mofa fede
o estômago funciona movido na paixão
na música ou comida mas com ideias não.

Estômago vazio, de Juan Trasmonte (Creative Commons)
Prematurity, foto de Brian Smistek


Hoje é o Blog Action Day 2008. Blogueiros do mundo todo fazemos postagens com um mesmo assunto de interesse comum.
É bom também lembrar hoje o brasileiro Josué de Castro no ano do seu centenário. O pernambucano médico, antropólogo e economista consagrou sua vida ao estudo das causas endémicas da fome no Brasil e no mundo. Seus livros Geografia da fome (1946) e O livro negro da fome (1957), foram pioneiros na matéria. Infelizmente, as palavras dele estão vigentes ainda hoje.

Só através de uma estratégia global de desenvolvimento, capaz de movilizar todos os fatores da produção em favor da coletividade, poderemos eliminar o sub-desenvolvimento e a fome da face da terra.

Josué de Castro

3 comentários:

Carolina Z disse...

Indizivelmente triste, ainda que belamente escrito... nao tenho como dizer como suas palavras me tocaram. Contribuicao inestimável para este dia. :*

Juan Trasmonte disse...

Muito obrigado, Carolina. Quando eu penso que esse dinheiro que vão usar pra resgatar essa malandragem bancária poderia alimentar o planeta... enfim...
beijos pra ti

maria guimarães sampaio disse...

Não é fácil!