quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Receita pra virada



- Se tiver um oceano por perto, vá molhar os pés. Se não tiver, qualquer água presta. Você vai precisar dos pés para seguir andando.

- Não faça balanço patrimonial, nem sentimental. Deixe balanço para os financeiros, a vida é uma trajetória e os anos apenas convenções do tempo.

- Esses dias são muito hipócritas, aproveite para mostrar sinceridade. Se o porteiro é um cara legal, dê um abraço nele. Abrace pessoas que merecem ser abraçadas.

- Seja sincero nos seus desejos e módico nas suas ambições. Você precisa a terceira parte do que tem. O resto é confete.

- Vivemos no reino das incertezas. Não se preocupe com segurança além da conta. Mas também não perca de vista as duas ou três coisas essenciais da vida. Essas não tem globalização nem crise que possam modificar.

- Celebre os amigos novos. Cada um deles é um espelho do que você é e do que você pode dar.

- Beba uma à saúde dos que foram embora esse ano e não esqueça que o último gole é pros santos.

- Seja piedoso com as almas avarentas porque isso mostra a generosidade da sua alma. Mas se não conseguir, mande eles se fuderem mesmo.

- Desligue o rádio na hora da virada. Escolha uma música legal. Seja seu próprio DJ.

- Identifique o inimigo. Ele não é a moça do call-center. Seja certeiro nessa indentificação. Já, com o inimigo individualizado, seja maoista.

- Seja solidário com os estrangeiros de boa vontade. Lembre que as nossas civilizações foram construídas por imigrantes.

- Veja se tem louça suja na pia. Se tiver, lave-a. Não é bom começar o ano com louça suja.

- Acenda velas brancas e agradeça qualquer coisa que puder agradecer, porque o tempo não para.


Não se preocupem, amigos. Não tenho a menor intenção de entrar no negócio da auto-ajuda. Só deixo aqui uns pensamentos soltos.
Procurem instantes de alegria verdadeira e feliz Ano Novo para todos.

7 comentários:

aeronauta disse...

Gostei e me emocionei com todas as suas dicas preciosas. Precisava ouvir hoje, nesse momento, cada uma delas: sábias, muito sábias. Feliz 2009, mestre!

aeronauta disse...

O interessante é que ouvi um dos seus conselhos antes de lê-lo: lavei a pia suja de pratos!

LETÍCIA CASTRO disse...

Ju, adorei os "conselhos", principalmente o de lavar a louça (revela que vc é muito ordeiro hehehe) e o de mandar ir se fuder.
Este ano, não fui 'a praia, mas conversei com essas maravilhosas mães d'água e agradeci por tudo.
Não podemos nos deixar levar pelos rumores, não é? O ano será promissor e pra vc, desejo o melhor que ele puder propiciar.
Besos, amigo!

Juan Trasmonte disse...

Obrigado gente!
"Mestre" não será muito? rsss
Lelê, eu não sou nada ordeiro, pelo contrário rss. Por isso, quando estava escrevendo, entrei na cozinha e pensei na metáfora da louça.
Feliz año nuevo pra todo mundo!!
bjs

Daniela Figueiredo disse...

Juan, adorei as dicas de "auto-ajuda". Não me importarei nem um pouquinho se entrares neste ramo, pelo contrário, vai ser um prazer ler teus conselhos. Nem sei citar qual gostei mais, mas o "abrace quem mereça ser abraçado" nos faz sentir tão sinceros e tão nós mesmos, que gostei muito.
Beijos pra ti.

hatmavalley disse...

o ano está a começar...e eu hei-de lavar a loiça sim...
poder sujá-la é já muito bom!

...mas que texto bonito!...

Marcus Gusmão disse...

Vivo dias de tentativa de recomeço e estes seus conselhos vieram a calhar. Feliz ano novo pra você também, excelente mês novo, melhor ainda dia novo, precioso minuto novo, transformador segundo novo. Grande abraço.