quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Alberto Korda e o acaso



O fotógrafo Alberto Díaz Gutiérrez achou que a fotografia de modas era uma boa desculpa para estar perto de mulheres belas. Mas Gutiérrez é feito um Da Silva, então ele escolheu o sobrenome artístico Korda, que viu em um filme húngaro dos irmãos Alexander e Zoltan Korda e pela proximidade sonora com a marca Kodak.
Lá estava ele perto das modelos, dos músicos dos clubes noturnos e da publicidade quando a Revolução chegou e a Cuba mudou para sempre.
Foi seu admirado Richard Avedon quem lhe disse "retrate a Revolução". Quando Korda foi enviado a Venezuela para uma reportagem sobre a primera viagem de Fidel Castro ao exterior, seu olhar sobre o mundo mudou.
Ficou amigo de Fidel, e embora nunca foi o fotógrafo oficial, foi identificado como o fotógrafo da Revolução.
A foto famosa do Che Guevara, considerada a mais reproduzida no mundo, saiu quase por acaso em duas tomadas e o artista jamais se interessou em obter lucro com ela.
As fotografias dos líderes cubanos mais divulgadas de Korda não chegam nem ao dez por cento da obra dele.
Como mostram as imagens aqui reproduzidas, Korda -que esse ano teria feito 80 anos- utilizou a sua experiência no mundo frívolo para criar símbolos políticos sem trair nunca sua bagagem estética.


Fotos de Alberto Korda

6 comentários:

maria guimarães sampaio disse...

beleza pura

Bernardo Guimarães disse...

eu vi umas fotos de Korda num ensaioe achei bárbaras.todas p&b, com uma luz linda...

Janaina Amado disse...

MUITO interessante este post. Sabia um pouco do Korda -- a foto de Guevara, naturalmente, e uma entrevista curta com ele na tv --, aqui aprendi mais sobre ele e .... que fotos lindas, as dele!

Eliana Mara disse...

Não sabia quase nada sobre ele e me interessei.
Boas dicas.


Bjs

Juan Trasmonte disse...

Muito obrigado a todos.
Eliana, seja bem-vinda

Moura disse...

Este "Da Silva" teve uma idéia brilhante que acabou por abrilhantar seu rumo, sua vida.
O Korda fez história, e realmente são belas as imagens por ele retratadas.
Saúde, paz e sucesso!
Abraço,
Moura