domingo, 1 de março de 2009

Esta crise não é aquela



Para fechar essa trilogia sobre a crise e para os que adoram predições apocalípticas: ainda estamos longe de 1929. Vejam.
Depois do famoso Black thursday, quando Wall Street despencou, em dois meses fecharam 23.000 empresas. Entre 1929 e 1932 foram à falência 5.096 bancos. O signo também foi a especulação. Aquela vez, com ações que viraram papeis sem valor. Foi a primeira grande rasgadura do capitalismo.
Os fotógrafos-repórteres da época registraram as conseqüências do Crack.



Foto de comedor popular na Inglaterra em 1930, da Agência Bettmann/Corbis
Foto de Wall Street na quinta-feira 24 de outubro de 1929, da Agência Bettmann/Corbis

4 comentários:

Emerson Reis, M.D disse...

Realmente o mundo já era globalizado naquela época mas muita gente não se dava conta. Hoje uma ruína como aquela teria conseqüências piores, como uma sequencia de dominós. Interessante como as fotos ilustraram tão bem o momento de crise passado e combinaram tanto com teu blog. Parabéns!

http://www.mersonreis.blogspot.com

Bernardo Guimarães disse...

mas nem de longe!
( a despeito do desejo da rede grobo)

Luciana disse...

É muito bom vir aqui e sempre relembrar ou aprender algo. Olha, já aprendi muito contigo e rememorei outros tantos fatos.
Ah, coloquei o seu blog no meu slide de hoje que é sobre "blogs que eu vou"... e recomendo...
Beijos,querido!
Ótima terça!

Juan Trasmonte disse...

Muito obrigado, pelo carinho e apoio de sempre, Lu!

E lá em cima juntaram-se os doutores!
Valeu!