sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Barenboim contra os ignorantes



Os fatos dos últimos dias no Oriente Médio trouxeram à minha memória o documentário Knowledge is the beginning (2005), um filme de Paul Smaczny sobre a West-Eastern Divan Orchestra, criada pelo maestro argentino-israelense Daniel Barenboim (judeu) e o já falecido intelectual palestino Edward Said (muçulmano).
A orquestra formada por jovens judeus e muçulmanos mostra que a principal barreira entre esses povos é a ignorância, a falta de conhecimento do outro. Como o próprio Barenboim afirma, não é possível o diálogo se nem sequer sabemos de que falar.
O filme, coroado pelo concerto histórico em Ramallah é comovente até as lágrimas. E também é uma prova de que o convívio não é uma utopia. Mais uma vez, são os artistas os que chamam a atenção. Não que eles sejam os únicos seres com clareza mas eles expressam tantos outros.
A ignorância não se combate com mísseis.



Foto do filme Knowledge os the beginning (nesse link o trailer)
Foto de Daniel Barenboim com Edward Said da
Fundação Barenboim-Said

Um comentário:

rebloggando-requeri disse...

meniiiiiiiiiiiiiiino ... então vamos fazer um bem bolado ... vou dar um jeito lá no reblogg de trazer o povo pra ca. beijo. este concerto é demais!!!