segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Um país grande e estranho



"Todos sabem que nós somos dos Estados Unidos, que é um país grande e estranho. Todos sabem que nós odiamos os nossos governantes. Acreditamos que com Obama possa começar uma nova era".

Michael Stipe, líder do R.E.M., no show que a banda fez em Buenos Aires no sábado passado.
Foto de Soledad Aznarez

4 comentários:

Mikasmi disse...

Esperemos que a era Obama seja um passo para a mudança.

Que o mundo colabore nesta reviravolta. A Europa está cada vez mais á direita. Os países de Norte da Europa as grandes democracias, estão mais á direita do que nunca.

mara* disse...

Estranhíssimo! depois de um 11 de setembro...eleito será, um negro e filho de muçulmano, que tem no nome Hussein de Saddam e é Obama que lembra Osama De Bin Laden. Mais estranho impossível!

Juan Trasmonte disse...

Mara, sem dúvidas, esse também é um efeito do 11 de setembro.
bjs

requeri disse...

adoro!!!!! o rem é um monte de coisa .... rsrsrs