sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Marianne Faithfull, depois do veneno



Hoje finalmente está nas lojas da Europa Easy come Easy Go, o novo album de inéditas de Marianne Faithfull.
Grande musa das décadas de 60 e 70, que foi do céu ao inferno sem perder a elegância jamais, a artista britânica estava sem disco novo desde 2004, quando editou Before the poison, também pelo selo francês Naïve. Reverenciada por artistas de todas as gerações, ela não ficou quieta nesse hiato. Entre muitas atividades, ajudou Carla Bruni a escolher poetas ingleses para seu Those dancing days are gone; recitou sonetos de Shakespeare na Itália e assistiu aos desfiles dos maiores designers do mundo. E também foi obrigada a cancelar concertos este ano por indicação médica: ela estava exausta, mental e fisicamente.
Entre os convidados -todo mundo quer gravar com ela- de Easy come Easy Go estão Keith Richards, Nick Cave, Rufus Wainwright, Jarvis Cocker, Sean Lennon e Marc Ribot. O repertório vai de Billie Holliday, Dolly Parton e Bessie Smith a Morrissey e Black Rebel Motorcycle Club.

Reprodução da capa de Easy come Easy go
Foto de Marianne Faithfull da década de sessenta, sem crédito do autor

6 comentários:

rebloggando-requeri disse...

aaaaaaaaaaaah gringo, vc é poderoso ... se eu não te amasse tanto assim ... não sei o que seria de mim ... beijo.

Círculo Literário disse...

Excelente publicação!!!
Tenha um ótimo final de Semana!!E visite mais vezes o nosso cantinho e desfrute da ilustre visita que recebemos em Sta Barbara!!
Abraço!!

'jéss . disse...

Você me deixou com uma pontinha de curiosidade pra ver aquele filme.
Vou tentar achar em locadoras na minha cidade!

Como sempre, posts interessantes!
Sabe que acho que eu fiquei com mais uma pontinha de curiosidade sobre essa cantora ?

Ái, ai, essas minhas curias, rs

Bom fimdesemana.!

Bernardo Guimarães disse...

fiquei varios dias sem comparecer, em compensação, uma visita ao seu blog me antenou com o mundo!
abraço

mara* disse...

Não conhecia, mas nunca é tarde, e lá fui eu pedir ajuda ao tio google. De cara, uma foto estonteante de Marianne, do fotógrafo Terry O'Neill e também a sua luta contra um cancêr de mama, o que me fez lembrar de repôr a campanha contra esse mal que eu tinha no blog. Falta ouví-la, pelo repertório já vi que vou amá-la.

Beijo e boa semana.

Juan Trasmonte disse...

Agradeço a todos.
Regina, sabia qe vc ia gostar dessa rsss
jess, procura sim esse filme, depois vc me conta.
Valeu Bernardo! Não sei porque mas essa semana o blog ficou mais informativo
Abs.