quarta-feira, 17 de setembro de 2008

As três Graças


Dedico este espaço aos agradecimentos que estavam na minha dívida. Escolhi a linda imagem clássica de Raffaello que representa às Graças, sinônimo de gentileza e simpatia. Na verdade, serão cinco os agradecimentos.

Primeira Graça (Aglaya): Para a amiga Renata D'Elia, editora da revista Paradoxo, que me convidou a participar no staff com meus textos. É uma honra para esse gringo em virtude do nível de escrita dos jornalistas e escritores que colaboram lá. Para começar, a Re escolheu meus pareceres sobre a importância da linguagem visual do videoclipe no advento da MTV.

Segunda Graça (Thalia): Para a amiga Letícia Castro, alma mater do Babel.com que, além de me levar com convicção invejável para o seleto grupo de convidados do Blogueiro Reporter do DiHITT, me deu esse final de semana um selinho com belíssimas palavras para o Nemvem Quenaotem; palavras que meu pudor não me permete reproduzir.

Terceira Graça (Eufrósine): Para Maria Sampaio, artista da fotografia e das letras, a última grande alegria do encontro que me deu a tal da blogosfera. Maria colocou o Nemvem Quenaotem num lugar de destaque entre as recomendações do seu Continhos para cão dormir. Me deixa muito feliz a indicação que vem de uma artista pela que eu tenho uma grande admiração.

Graça Bonus track 1: Para o companheiro José Felipe, do Sempre um pouco de tudo, que também me presenteou com um selo e que é um constante apoio na rede DiHITT, mesmo que eu tenha lá as minhas idas e voltas com os critérios do site.

Graça Bonus track 2: Para Jussara Câmara, do site Idade Maior que, prévio pedido de autorização, reproduziu lá meu texto sobre o fechamento do Cinema Paissandu, no Rio de Janeiro.

Encontram-se todos os dias por aqui gestos generosos como para contestar o egoísmo que campeia no mundo. A todos meu agradecimento.

Reprodução da obra As três Graças, de Rafaelle Sanzio, pintada presumivelmente em 1504

3 comentários:

LETÍCIA CASTRO disse...

Só a tua sensibilidade, amigo. É impressionante.
Hermano, Thalía vertió el vino ese que bebimos en Babel por los ojos, color sangre.
Las gracias son a vos.
Te quiero mucho.
Beso!

maria guimarães sampaio disse...

Juan,
realmente é muito prazeroso encontrar e cultivar novos e-amigos (denominação aprendida com um e-amigo).
Seus agradecimentos, agradecemos de cá. Você recebe as coisas boas porque você as merece.
Beijos de Maria
PS. vi seu aviso no meu, mas me encontraria aqui, venho todo dia.

Marcus Cardoso disse...

É um prazer recebê-lo em nosso staff de colaboradores.

Abraços,
Marcus