terça-feira, 3 de junho de 2008

Nos breus


Pai nosso
que estás nos breus
esse deus
não ouve as risadas
nos recantos da escada
esse deus
a cada dia mais longe
que não para de me olhar
como as pessoas machucam
outras pessoas
já são duas três e quinze
cinco horas
a baba do diabo
abala

a esperança
nublada na bala.

Nos breus, de Juan Trasmonte (Creative Commons)
Foto de Balazs Borocz

4 comentários:

ODAIR J. ALVES disse...

ola amigo passei para agradecer por ter colocado meu link, mas percebi o link ficou errado ficou assim

http://http//blogdeodairjalves.blogspot.com/

vc esqueceu de tirar o http:// que ja cosnta no formulario de modo que ficou repetido..e assim da erro

obrigado.

um abraço

Juan Trasmonte disse...

Desculpa Odair, a essa hora da noite já estava na bola sete. Vou corrigir agora.
Abraços

Letícia Castro disse...

Ameeeei! O poema e a foto. O jogo de palavras ficou fantástico, Ju. Parabéns!
Besos!

Juan Trasmonte disse...

Valeu Lelê!!
Muito obrigado
besos!